festas | festivities

Tricot & Friends

by

Sempre gostei de ter amigos em casa, de conversar, de trocar experiências, conviver, aprender em conjunto.

Vem de muito atrás, dos tempos em que era pequena. Ser filha de Mãe professora acho que tem muito a ver com isto, os convívios, as tertúlias, a cultura, as artes… Ser filha de Pai caçador também. Como muitos sabem, o melhor momento da caça é aquele do farnel repartido, das trocas de vivências, da partilha de anedotas e de boa disposição.

Foi esse um dos motivos que me levou a chamar algumas das amigas da Tricot das Cinco, reuni-las todas no Sábado passado, e mostrar-vos as obras lindas que elas criam nos seus ateliers. Foi um encontro que abrangeu os mais diversos temas: desde os sabonetes artesanais da ANIS, aos fios tingidos manualmente pela Dyed by Alfinete, às êcharpes, lenços e atacadores nascidos no tear da Olivarbo, passando por granolas deliciosas de frutos secos que saem do forno da doSemente, até aos sacos de tricot e de passeio com a boneca portuguesa mais zen que eu conheço, a Olívia Portuguesa.

Foi um dia em grande companhia, com muitas visitas e muitas caras novas!

Deixo-vos imagens captadas por mim e por elas, para quem não teve oportunidade de nos visitar nesse dia.

Olívia Portuguesa
Olívia Portuguesa

 

Olívia Portuguesa
Olívia Portuguesa & Dyed by Alfinete

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dyed by Alfinete
Dyed by Alfinete
Olivarbo
Olivarbo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dyed by Alfinete + Olívia Portuguesa + Olivarbo
Dyed by Alfinete + Olívia Portuguesa + Olivarbo
doSemente
doSemente
ANIS
ANIS
Tricot & Friends
Tricot & Friends
Assim foi o dia... ❤️
Assim foi o dia… ❤️

 

Muito obrigada a todos os que nos vieram visitar neste dia tão bem passado!

Bem-hajam!

 

P.S. : Estiveram cá? Partilhem a v/ experiência connosco, aqui nos comentários ou com imagens no Instagram com a hashtag #tricotandfriends

E o resultado é….

by

Tal como combinado, venho partilhar o resultado do sorteio dos 1000 fãs da minha nova página no Facebook: a Tricot das Cinco!
Depois de eliminados alguns comentários duplicados, foram apurados 47 para ir a sorteio.
E a vencedora foi… a Sara Tomé, também conhecida por Wicca no mundo da artes na blogosfera.
Muitos Parabéns Sara!!!
Agora é só escolheres o novelo que mais gostas, e mandares-me um mail com a tua morada.
Será mais fácil se escolheres pelas fotos da loja online, que abriu hoje 🙂

Feliz Natal!

by

             
         
É tempo de reunirmos com a família, seja ela de sangue ou composta pelos amigos, aqueles que apenas por um acaso não nasceram na mesma família que nós, mas que partilham os nossos melhores e piores momentos.
A todos, todos os que aqui passam, desejo um santo e feliz Natal!
(As fotos foram tiradas à descarada, do Pinterest, daquelas cuja origem já não sabemos de onde veio…)

É Natal?! Já?!

by

Tenho um presente que chegou no correio hoje, por abrir.
Tenho um mail de uma amiga da blogosfera, por responder.
Tenho uma última encomenda, por terminar e para enviar para o correio.
Mas tenho os sonhos em dia, esses não quero deixar para amanhã.
A árvore de Natal… essa, e o presépio, só ontem à noite é que arranjámos tempo para ela!

Feito à mão – Handmade

by

Não, não é um apelo a que me comprem nada! 
Nem sequer pretendo com este post, enriquecer as minhas amigas bloggers, ou colegas de crafts ou handmade. Não ganho nada com isto, nem patrocínios, e nem me vão mandar peças feitas para eu oferecer em modo give-away, ou algo semelhante (e pelo que sei, ainda agora espreitei e nem sequer me deixaram uma Yammi, ou uma Bimby à porta).
Faço-o, porque sou assim – uma crente no espírito da partilha e no mundo handmade!
É um apelo a que este Natal, quando fizerem a vossa lista dos amigos e familiares que vão ter a sorte de receber presentes vossos, escolham presentes feitos à mão. São feitos com carinho, com dedicação e com qualidade, farão felizes quem recebe e quem os fez. Garanto-vos!!!
E não me vou lembrar de todos os que gostaria, mas deixo uma pequena lista de quem eu sei que faz bem, bonito, com qualidade e carinho!
Peças com tecidos:
– Marquitas (Bailarinas ou Princesas?) da Panopramangas
– Clutches da Home Made with Love
– Vestuário para bébé da Jardim da Celeste
– Vestuário infantil da Rags4Company 
– Chapéus da Z’s shop
Peças em crochet:
– Encharpes e mantas da Pontinhos ao Vento
– Porta-moedas e mantas da Pontinhos meus
– Coroas infantis de A Casa das Anas
– Toucas e gorros da Sílvia Melo, pontinhos
Fios para tricotar (ou fazer crochet)

– Fios tingidos à mão pela Alfinete
– Fios fiados à mão pela Dona Maria

Bijuteria
– Colares, fios e pulseiras da Colares e Afins
– Brincos, fios e pulseiras da Sweet Little Things

Saboaria artesanal
– Sabonetes e cosmética natural da Anis
– Sabonetes à base de azeite da Sabão da Avó

e assim que me lembrar de mais, vou voltar aqui.

Bolo de chocolate

by

Ontem foi o aniversário da Rita, a minha “stepkid” (gosto mais desta expressão, porque acho ‘enteada’ uma palavra feia…). A Rita gosta muito de chocolate e de surpresas.
Este é um bolo que se faz depressa, com poucos ingredientes, sem forno, mas convém estar algumas horas (pelo menos 10/12h) no frigorifico. 
Ingredientes:
Bolachas shortcake de chocolate
Natas para bater
Açúcar
Cacau/morangos/smarties – para decorar
Nem precisava de explicar, porque só com a lista dos ingredientes chegavam ao resultado final, mas vou-vos contar os truques que uso:
O nr de pacotes de bolachas que uso varia consoante o prato onde vai ser montado o bolo e o nr de gulosos convidados. Normalmente com 4 ou 5 pacotes já faz um bolo vistoso (ontem usei 7!).
A quantidade de natas é proporcional à das bolachas, claro. 2 pacotes de 200ml chegam para a quantidade de bolachas habitual (ontem usei 3!).
O bolo é composto por camadas alternadas de bolachas e natas, previamente batidas com açúcar a gosto.
Truques:
. Ao bater o primeiro pacote de natas, não deixar engrossar demasiado para que as bolachas possam absorver bem o creme, ficando macias ao fim de umas horas.
. Pincelar a parte de baixo das bolachas que compõem a primeira camada, com as natas batidas, para que estas se ‘agarrem’ ao prato.
. Colocar as camadas de bolachas de forma transversal para que as fatias de bolo fiquem mais consistentes. Por exemplo na primeira camada arrumam-se as bolachas encostando-as umas às outras pelo lado mais comprido, na segunda camada encostam-se pelo lado mais curto.
. Ao bater o último pacote de natas deixar engrossar um pouco mais para que a última camada fique bem coberta.
. Se não o quiserem muito doce, polvilhem com cacau por cima.

A Rita adorou a surpresa, valeu a pena ter acordado antes do sol para o preparar pela fresquinha e deixá-lo a descansar no frio!

Inspirações

by

                           Source: joyeverafter.com via Ana Sofia on Pinterest
Já há alguns anos que acompanho o blog da Amanda, uma americana com muito jeito para o design. Tem uma loja no etsy dedicada a cartões, postais, marcadores de mesa, todos personalizáveis.
Gosto das ideias que ela apresenta e foi inspirada na foto de cima, que comprei uma caneta branca, cozi meia dúzia de ovos e entretive-me a decorá-los à minha maneira.

Levei-os para o almoço de madrinhas e afilhados, preparado por uma amiga de infância. 
Achei a experiência muito engraçada, para a próxima tenho que arranjar uma caneta de ponta grossa, porque com esta levei muito tempo a desenhar!
O que acham?

As minhas 3 Mulherzinhas

by

Muito já se disse sobre a importância, ou não, de haver Dia da Mulher…
Uns dizem que o facto de se distinguir este dia dos demais signfica que continuamos a ser uma minoria e que precisamos de destaque, depois chega outra forma de abordar o tema e diz que não, nada disso, esta é apenas uma maneira de se destacar personalidades femininas que deixam a sua marca na história, como o grupo de trabalhadoras norte-americanas da indústria fabril, no início do séc. XX, que está na origem da comemoração deste dia…

Eu gosto que exista este dia, mesmo que seja apenas para colocar o Mundo virado na nossa direção e que se aproveite para discutir o papel das mulheres na sociedade, como mães, trabalhadoras dentro ou fora de casa, com igualdades de direitos e deveres, a feminilidade que se evidencia em certos locais de trabalho, o caracter mais humano que adquirem certas reuniões de trabalho, e tantos outros temas que se debatem apenas porque nós estamos lá, ou melhor, cá!

Aqui em casa, as minhas 3 Mulherzinhas (de 14, 11 e 10 anos) juntaram-se e ofereceram-me flores num vaso, feitas integralmente por elas e porque quiseram marcar o dia!

Sim, eu sei que não é hoje, já foi na sexta-feira, mas… afinal de contas, eu posso comemorar hoje, não posso?

E como ando a experimentar a máquina fotográfica, seguindo algumas regras que ando a aprender nuns cursos online (e-courses!), digam-me lá:
– Qual destas fotografias vos despertou mais atenção – a primeira ou a segunda?
– E porquê?

As vossas respostas são importantes!

Feliz 2013

by

A casa ainda repousa de uma noite muito longa.

Peguei na máquina e captei alguns cantos: os bolos feitos pelos miúdos, o nosso presépio com o carinhoso postal que a Naná fez e nos enviou, a bola de Natal decorada pelos miúdos já há uns anos e que nos tem acompanhado, assim como a estrela da minha autoria, e no sofá repousa uma gola-capuz que está a nascer.

Aproveitei para arrumar os restos da preparação dos petiscos feitos com receitas sugeridas por várias seguidoras da minha página SofiAlgarvia, no Facebook. As redes sociais são muito úteis, em várias situações. Na semana passada sugeriram-me várias receitas excelentes para as entradas do Reveíllon, foram simples de preparar e fizeram muito sucesso: o pão da Mila, a surpresa da Nani, e as almofadinhas da Titá. Ainda ontem, os amigos no Facebook, me livraram de uma viagem ao supermercado. (Sabiam que é possível substituir soro de leite, ou ‘buttermilk’ por leite com sumo de limão, ou por yogurt com leite? Fiquei a saber ontem!)

Os miúdos quiseram fazer cupcakes ‘à séria’, usando os presentes que receberam no Natal – as receitas do livro Merry Cupcake para os bolos e para a cobertura, presente da Irene, as formas de silicone, presente da Carol e ainda tentámos usar o novo saco de pasteleiro, presente da Rita, para decorar os ditos, mas como a ‘boca’ do bico era demasiado pequena, fizemos apenas nos dois primeiros, passando a usar a técnica da faca nos restantes.

(Às vezes tenho dificuldade em fotografar a nossa casa, é impossível estar arrumada com tanta gente que aqui mora, mas gosto de sentir que é bom sinal, é sinal de vida!)

(fotografia tirada no Domingo, na Praia Supertubos, em Peniche)

Nós (eu e o PP), e esta rapaziada que aqui está deseja-vos a todos um Feliz 2013!!!
Beijinhos
Sofia

Feliz Natal

by

Correndo o risco de cair nos clichés habituais, mas não posso deixar de dizê-lo, para mim Natal é sinónimo de Paz e Tranquilidade!

Apesar da correria que foi o último mês com as encomendas que recebi das, já famosas, golas-capuz, os últimos 3 dias têm sido repletos de calma (com um ou outro percalço que infelizmente não está nas minhas mãos evitar).

Tivemos tempo para as compras de última hora, para embrulhar presentes cá em casa, à nossa maneira;
Tive tempo para terminar os presentes feitos por mim;
Teremos tempo para os cozinhados do costume associados a esta época.

E ainda tive tempo para partilhar convosco uma fotografia que encontrei por aí, divulgada no Facebook, e que achei que representaria bem o estado que vivo.
Velas acessas, guloseimas na mesa e… só faltam cá os miúdos para agitar as águas!

A todos os que aqui espreitam, comentam e leêm…
Votos de Feliz Natal!!!

1 2 3